Categoria: Destaques

Redacao18 de janeiro de 2020
20200118_142346.jpg

17min00

Com base no atual cenário político de Mato Grosso, tendo em vista, os nomes cogitados para ocupar a vaga no Senado, a advogada Gisela Simona (Pros), uma mulher negra, cuiabana, de origem humilde, que conquistou Mato Grosso por sua retidão profissional na Superintendência do Procon, é um dos melhores nomes cotados para assumir o cargo.

A eleição suplementar está marcada para abril, por conta da cassação pelo Tribunal Superior Eleitoral, por 6 a 1, da chapa encabeçada pela senadora Selma Arruda (Pode) e composta com os suplentes Beto Possamai e Clerie Fabiana (ambos PSL), pelos crimes de caixa 2 e abuso de poder econômico.

Caçula da perradinha de cinco filhos do casal Arenil Maria e Hamilton,  Gisela Simona Viana de Souza tinha apenas 1 ano quando sua família ganhou nove filhos de uma só vez. Esse aumento familiar na verdade foi o maior gol marcado por seu pai, que em campo era  o craque Mitu, que tantas vezes levou a torcida ao delírio estufando as redes adversárias. Uma tragédia em família foi a razão para a filharada passar de cinco para 14. O tio de Gisela, Benedito Joel, sofreu um acidente vascular cerebral e não sobreviveu. A mulher de Benedito Joel, dona Ana Matildes, ao ser informada, não suportou o adeus do marido e seu coração parou de bater. Ficaram nove crianças na orfandade, porém nenhuma foi abandonada: todas foram acolhidas na condição de filhos dos tios Arenil e Hamilton.

Gisela cresceu num ambiente familiar onde todos sabiam que por serem pobres e negros teriam que enfrentar muitas barreiras. A cada raiar do dia recebia lições de vida. Seu avô tinha um pequeno rebanho bovino leiteiro nas imediações da Guarita, em Várzea Grande. Todos os dias cruzava o rio Cuiabá – que une as duas cidades – para vender leite nas ruas da capital.

Ao cair a noite, dona Arenil reunia a filharada para uma boa prosa. Certa vez ela revelou que morava em Várzea Grande e estudava na Escola Senador Azeredo, em Cuiabá. Sua família era muito pobre, e ela, para economizar fazia o trajeto da casa à escola, com os chinelos nas mãos. Guerreira, a mãe de Gisela conquistou diploma de Pedagoga, e agora, aposentada, tem mais tempo para continuar levando adiante seus ensinamentos familiares aos  filhos e netos.

Hamilton é uma saudade sem fim pra Gisela e sua família. Fato raro pra sua época, o craque Mitu quando deixava o gramado assumia sua identidade profissional de professor de História. Culto, aos 50 anos o professor Hamilton recebeu o canudo de advogado. Os pais de Gisela sempre se empenharam muito para que os filhos estudassem. Esse empenho responde em parte pelo perfil da filharada, que bem pode ser identificado como sendo uma família de educadores.

Filha de peixe, peixinho é. Gisela buscou no esporte a chave que abrisse a porta aos seus estudos. Por ser boa jogadora de basquete o Colégio Coração de Jesus lhe deu uma bolsa de estudos, Antes, em Várzea Grande foi aluna da Escola Municipal Joãozinho e Maria, que mais tarde ganharia o nome de Escola Municipal Professora Marilce Benedita de Arruda; de lá, se matriculou em Cuiabá na Escola Vicente Maria Botelho, de onde o basquete a levou para o Coração de Jesus.

Cáceres foi amor à primeira vista. Gisela desembarcou naquela bicentenária cidade para cursar Direito na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) e carrega o orgulho – no melhor sentido possível – por integrar a terceira turma de formandos em Ciências Jurídicas e Sociais daquela instituição. Ao receber o canudo em 1999 se sentiu duplamente realizada: parte de sua caminhada até a beca e a foto de formatura foi aplainada pelo esporte, a exemplo do que aconteceu com seu pai; o diploma era o mesmo do seu ídolo, herói e fonte de inspiração.

O período em Cáceres foi gratificante não somente pelo curso. Naquela cidade, que é sede de um município maior do que Sergipe e tem intensa presença de bolivianos, por seu fronteiriça, Gisela aprendeu na prática regras de condutas entre povos distintos e conheceu a realidade econômica e os desníveis sociais na faixa de fronteira que se caracteriza pela absoluta ausência do Estado em muitas esferas. Na Unemat, sempre levantou a voz nas discussões acadêmicas. No Diretório Central do Estudantes brigou pelo reconhecimento do curso de Direito pelo MEC, e em nome dessa bandeira chegou a fazer greve de fome.

Faculdade à parte, era hora de trabalhar. Depois de tirar de letra o Exame de Ordem, Gisela foi aprovada em concurso público para a carreira de Conciliadora de Defesa do Consumidor, na esfera da carreira jurídica no Procon. Em 21 de fevereiro de 2001, o governador Dante de Oliveira lhe deu posse naquele cargo. À época Procon ainda era palavra meio estranha à população, mas aos poucos virou referência em defesa do consumidor. No batente diário Gisela se destacou muito. Jornais e TVs passaram a ouvi-la. Seu nome chegou ao principal gabinete do Palácio Paiaguás e em 2008 o governador Blairo Maggi a nomeou superintendente do Procon.

Blairo entregou o governo a Silval Barbosa, e Gisela permaneceu no cargo. Em janeiro de 2015 Pedro Taques tomou posse enquanto governador, e Gisela foi mantida, mas sua intransigente postura em defesa do consumidor desagradou Taques e outras figuras da classe política, por duas razões: a superintendente mexeu com grandes interesses nos setores de combustíveis e transportes. Políticos e empresários, juntamente com políticos empresários dos dois setores sentiam urticária ao ouvirem a palavra Gisela. Essas figuras pediram sua cabeça, o que foi prontamente aceito por Taques em março de 2017.

 

Palanque

Em 2018 o senador Wellingon Fagundes (PL) disputou o governo tendo Sirlei Theis (PV) em sua chapa enquanto vice. Gisela foi candidata a deputada federal numa das coligações de Wellington aos cargos proporcionais, a Força da União IV, formada pelo PR (agora PL), PRB, PP, PTB, PT, PODE e PROS.

Sem recursos para campanha e, em razão disso impossibilitada de percorrer a quase continentalidade mato-grossense, Gisela centrou sua campanha em Cuiabá e Várzea Grande. Foi a campeã de votos ao cargo em Cuiabá, com 33.762, e segunda colocada em Várzea Grande, com 11.750. Alcançou 50.682 votos ficando com a primeira suplência de sua coligação que elegeu Neri Geller (PP), Emanuel Pinheiro,o Emanuelzinho (PTB), José Medeiros (PODE) e Rosa Neide (PT).

Gisela recebeu o resultado com alegria. Foi sua estreia eleitoral e, na sua Cuiabá, além de receber a maior votação ao cargo, bateu Emanuelzinho, (27.376 votos). Emanuelzinho é filho do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), e teve uma verdadeira máquina de campanha aos seus pés. Em Várzea Grande foi vice-campeã, com o vereador Ícaro Reveles (PSB) em primeiro com 14.004.

Novamente superintendente

Após as eleições de outubro de 2018 o nome de Gisela ganhou força política, principalmente em Cuiabá. Partidos passaram a considerá-la peça-chave na disputa da prefeitura neste 2020. Em fevereiro, o governador democrata Mauro Mendes a nomeou superintendente do Procon em substituição a Eduardo Rodrigues da Silva.

Memo sendo servidora do órgão e considerada exemplar em sua função, a volta de Gisela não pode ser considerada apenas procedimento administrativo. A máquina pública foi montada pra que os políticos exerçam plenos poderes sobre ela. O Procon é um órgão apolítico e funciona assim, mas a nomeação de sua direção passa pelo fígado ou o coração de quem governa.

Mauro Mendes fatiou seu governo com deputados e partidos. O PROS tem uma cadeira na Assembleia Legislativa com o deputado João Batista Pereira de Souza, que adota o nome parlamentar de João Batista do Sindspen, para facilitar sua identificação enquanto sindicalista do sistema prisional, que se faz representar pelo Sindspen.

O governador precisa de apoio parlamentar, e João Batista é estratégico por representar servidores públicos, que desde o governo anterior, de Pedro Taques, estão insatsifeitos por achatamento salarial, retenção da RGA, falta de realização de concursos públicos para algumas áreas em defasagem funcional pelo reduzido quadro, e agora, também pelo escalonamento de salários e sua quitação no mês subsequente ao trabalhado.

João Batista integra uma legislatura que se divide entre duas bancadas: uma,  situacionista crônica, independentemente de quem exerça o poder, e outra, de oposição confiável – que é onde ele legisla.

Cuiabá é uma cidade com forte presença de servidores públicos. Essa condição facilitou pra que aceitasse com naturalidade a nomeação de Gisela logo após sua participação na campanha de Wellington, que foi o principal adversário de Mauro Mendes. Justiça se faça e política à parte, o Procon tem a cara de Gisela e ela não leva pra  mesa de trabalho sua filiação partidária.

Em 10 de dezembro do ano passado, portanto nove meses após a nomeação  de Gisela para a chefia do Procon, a lenta Justiça Eleitoral cassou Selma Arruda ao julgar uma ação movida contra ela desde setembro de 2018 – antes da eleição. Com a degola da senadora o nome de Gisela despontou entre aqueles que poderão disputar a cadeira vazia no Senado.

Dentro e fora do PROS Gisela passou a ser paparicada para o Senado, inlcusive pelo deputado João Batista do Sindspen. O prefeito Emanuel Pinheiro viu com alívio esssa guindada, pois segundo figuras a ele ligadas, o prefeito mudava de cor quando alguém lhe dizia: se cuida que a Gisela vem ai!

Emanuel é candidato à reeleição com todas as letras, inclusive com o nao e o til com que ele tenta esconder essa verdade. As negativas e saídas pela tangente do prefeito devem doer seu peito, porque ao nascer, ao invés de chorar, Nenel – é assim que os íntimos os chamam – gritou ainda enrolado ao cordão umbilical: votem em mim!

Pra concluir sobre Emanuel, seu vacilo verbal sobre a tentativa de reeleição é causado pelo escândalo mostrado em 2017  pela TV Globo num vídeo onde Emanuel (à época deputado estadual) aparece recebendo maços de dinheiro de Sílvio Corrêa, então chefe de gabinete de Silval Barbosa, que governava Mato Grosso. Um dos maços caiu do bolso do paletó. A sabedoria popular o apelidou Paletó. Em delação premiada Silval sustentou que se tratava de pagamento de propina. Emanuel nega. Misteriosamente essa vexame é abafado na esfera forense.

Pra ficar livre dela, Emanuel quer Gisela ao Senado. O PROS também a quer. Há muita manifestação popular por seu nome. Caciques políticos cuiabanos e várzea-grandenses  torcem o nariz pra ela, por temerem sua votação nas duas cidades, o que poderia jogá-los no buraco.

Gisela a menina pobre, jogadora de basquete, filha de uma pedagoga com um jogador de futebol que virou professor e advogado, é referência na área dos direitos do consumidor. Ela também mostrou que é boa de votos, mesmo fazendo campanha franciscana.

Quando se fala na eleição suplementar com Gisela, seus olhos brilham ainda mais e sua pronúncia carregada pelo cuiabanês com a língua levemente presa vira melodia sem perder o soque – do qual tanto se orgulha – e ela diz que é hora de Mato Grosso eleger uma negra ao Senado.

Caso dispute o Senado Gisela o fará em pé de igualdade com os principais nomes. Se optar pela eleição de outubro pra prefeitura estará com a faca e o queijo nas mãos pra administrar a cidade que um dia seu pai, o craque Mitu, encantou com seus dribles e gols.

 

Fonte: (Com informações do site Boamidia)

 

 


Redacao17 de janeiro de 2020
20200117_190634.jpg

2min00

Foi diagnosticado com morte encefálica nesta sexta-feira (17), o Policial Penal: Juraci Santos Duarte, ex-diretor do Centro de Ressocialização Cone Sul, de Vilhena em Rondônia.

Ele foi internado na UTI do Hospital Municipal de Cuiabá, no dia 12 de janeiro, após passar mal durante a tradicional Corrida de Reis, um circuito de rua realizado há quase quatro décadas em Mato Grosso.

Novos exames clínicos e laboratoriais deverão ser realizados hoje e amanhã para confirmar o quadro irreversível. Dois irmãos de Duarte viajaram para acompanhar o caso e terão que tomar a decisão sobre o momento de desligar os aparelhos que mantêm o consanguíneo vivo. A esposa do agente está na capital.

No dia que foi internado Duarte passou por exames, mas nenhuma anormalidade havia sido diagnosticada. Já na segunda-feira, dia 13, ele sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) e foi submetido a uma cirurgia de urgência.

Segundo informações da família, Juraci era instrutor físico e mantinha um rítmo constante de atividades físicas, hábitos saudáveis e era conhecido pelo trabalho em academias de Vilhena. O policial tinha 40 anos de idade e também seguia uma carreira política, sendo candidato a deputado estadual em Rondônia no ano de 2018.

As causas que levaram à morte encefálica ainda deverão ser apontadas em um laudo médico. A suspeita recai sobre uma tromboembolia, “que é uma doença que começa quando coágulos, os trombos, são formados em veias ou artérias e podem se deslocar causando bloqueio à passagem do sangue. Esse deslocamento pode levar a casos graves, como embolia pulmonar, AVC e até amputações de membros”.

 

Fonte: Vilhena Notícias

Foto: Reprodução/Rede social


Redacao17 de janeiro de 2020
20200117_141204.jpg

3min00

Não é de hoje que o portal de notícias Transparência MT, vem recebendo inúmeras reclamações de moradores, sobre as péssimas condições de tráfegabilidade nas ruas do município de Santo Antônio de Leverger (35 km de Cuiabá).

Falta de infraestrutura, buracos e ruas sem asfalto lideram o ranking de reclamações na nossa redação.

Desta vez, o site Pantaneiro News, registrou mais uma reclamação de um morador do centro da cidade, que denunciou a forma com que o Departamento de Água e Esgoto (DAE), deixou uma obra no cruzamento entre as ruas Barão de Melgaço e Marechal Rondon.

“No mês de Novembro de 2019, o DAE escavou um buraco no local para estancar o vazamento de água que tinha na rede de abastecimento, entretanto os funcionários para tampar a valeta, jogaram uma mistura de areia com pedriscos, que vem causando uma série de acidentes com ciclistas e motoristas que trafegam pelo local”, destacou o morador que preferiu não se identificar temendo represálias.

Segundo relato dos munícipes, a situação ruim do trecho com a formação do barro, faz os veículos deslizarem obrigando os motoristas fazerem manobras perigoas ao tentar passar pela rua.

“Já vi diversos acidentes acontecer aqui, com pedestres, ciclistas, motoqueiros e ps carros que derrapam na porta. Até hoje, nenhuma providência foi tomada, nem pelo DAE e nem tão pouco pela prefeitura”, relatou com indignação, outra moradora da região.

De acordo com alguns moradores, falar com o poder público municipal não adianta mais. “A prefeitura quando faz alguma coisa é para atender interesses particulares e com objetivo eleitoreiro. Parece que atender as reivindicações, necessidades e prioridades da população de Santo Antônio do Leverger ficou para segundo plano na gestão desse prefeito”, explanou outro morador revoltado com o descaso no município.

 

Prefeitura de Santo Antônio do Leverger

A Redação do portal Transparência MT, tentou contato com a Secretaria de Obras do município, no entanto, até o fechamento da matéria, as ligações não foram atendidas.

 

Fonte: Com informações e fotos do Portal Pantaneiro News (Foto de capa: reprodução/Internet)


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_104559.jpg

1min00

Uma Carreta modelo Scania 124, de cor branca, com placas de Várzea Grande estava carregada com algodão e pegou fogo na BR-163, em Diamantino (182 quilômetros de Cuiabá). Até o momento não há informações sobre feridos.

A equipe da concessionária que administra a rodovia foi a  local controlar o tráfego, sinalizar a rodovia e tomou as medidas necessárias.

A pista ficou totalmente interditada durante os trabalhos. Não há informações de como as chamas começaram.

Fonte: Só Notícias (fotos: divulgação)

 


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_102736.jpg

3min00

Uma mulher, ainda não identificada, se pendurou nas grades da Trincheira que dá acesso à Rodovia Helder Cândia (Estrada da Guia), em Cuiabá, na noite desta quarta (15), e ameaçou se jogar do local.

A Polícia Militar foi a primeira a chegar, após testemunhas notarem a ação da vítima no local.

O Corpo de Bombeiros também precisou ser acionado e encaminhou equipes para a trincheira, que tentaram acalmar a mulher, que estava bastante aflita.

Após alguns minutos de conversa, os homens do Corpo de Bombeiros e da PM conseguiram agarrar a vítima e arrastá-la para a parte segura da trincheira.

Após ser socorrida, ela precisou ser medicada para acalmar o nervosismo. O motivo dela ter ido até o local não foi informado.

Uma aglomeração com dezenas de pessoas se formou no local para presenciar o resgate.

Um vídeo feito por internauta mostra o momento em que a vítima é segura e puxada para cima.

Veja vídeo:

Outro caso 

Uma mulher teria tentado pular de um viaduto na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá, também na manhã da última sexta-feira (10), na região próxima ao trevo que liga ao bairro Parque Cuiabá, porém, foi contida por militares.

As equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar se deslocaram para o local. Após muita conversa com a mulher, eles a convenceram em desistir de pular.

Ela foi levada pelo Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) até a unidade de saúde, mas, aparentemente, não tem nenhum ferimento. Ainda não se sabe o que levou a mulher a tomar esta atitude.

 

Veja o vídeo

Peça ajuda

O CVV (Centro de Valorização da Vida) tem realizado em Cuiabá, todas às quintas-feiras, reuniões com sobreviventes ao suicídio e seus familiares. Assim como parentes de pessoas que se mataram.

Também passaram a serem gratuitas as ligações feitas ao número 188. Canal de atendimento 24 horas.

Mais de um milhão de atendimentos anuais são realizados por 2.000 voluntários pelo telefone 188, pessoalmente (nos 80 postos de atendimento) ou pelo www.cvv.org.br via chat, Skype e e-mail.

 

Fonte: RepórterMT


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_101840.jpg

2min00

Um jovem de 18 anos, que não teve o nome revelado, foi preso durante a manhã desta quarta-feira (15) após invadir e quebrar vitrines de lojas do Shopping Estação em Cuiabá. De acordo com informações de populares, o rapaz ‘parecia estar transtornado’ e começou a derrubar celulares e eletrodomésticos das vitrines, além de causar diversos outros transtornos a funcionários do shopping.

A ocorrência foi registrada na Avenida Miguel Sutil, bairro Santa Rosa, na Capital.

De acordo com os seguranças, o rapaz tem frequentado o local há vários dias causando problemas e tumulto. Sempre é advertido por funcionários das lojas e do próprio shopping, mas continua criando confusão e dando prejuízo aos estabelecimentos.

Nesta tarde, o jovem entrou em duas lojas e agiu da mesma forma, derrubou celulares, quebrou as vitrines e jogou eletrodomésticos no chão.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e prendeu o acusado em flagrante.

O caso foi registrado como crime de danos, perturbação do trabalho e sossego alheio.

O delinquente foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos aos fatos e ficou detido no aguardo dos procedimentos legais cabíveis ao caso.

 

Fonte: RepórterMT


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_100135.jpg

3min00

O motociclista M.H.J., de 22 anos, flagrado arrancando sua motocicleta à força, de cima de um guincho, no Centro de Cuiabá, não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e tem passagens pela polícia.  O fato aconteceu na Rua 13 de Junho, após os agentes de trânsito guincharem a moto do condutor, que estava estacionada sobre a calçada.

A informação foi confirmada pelo delegado Christian Cabral, titular da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), para quem o motociclista prestou depoimento na manhã desta quarta-feira (15).

Conforme o delegado, o motociclista confirmou que agrediu os funcionários para retirar a moto de cima do guincho. Ele contou que usa o veículo a trabalho, sendo que atua em uma oficina de motos durante o dia e como motoboy de uma pizzaria à noite.

“Não há como se entregar o veículo para uma pessoa inabilitada. Ele não tem CNH e nunca teve. É mais uma razão para os funcionários não entregarem o veículo a ele”, disse Cabral.

Além de não possuir carteira de motorista, segundo o delegado, o jovem tem ao menos três passagens pela polícia, sendo duas por receptação e uma por uso de arma de brinquedo para fins de cometer crimes.

O delegado afirmou que já foi requisitado exame de corpo de delito nos funcionários da empresa que foram agredidos. Agora, a Polícia tenta identificar quem são as outras pessoas que também participaram da confusão.

“Vamos ouvi-los [funcionário do guincho] assim que eles retornarem do IML. E estamos tentando identificar os outros indivíduos que auxiliaram no processo [de remoção da moto], que também agrediram os funcionários do guincho e acabaram permitindo que o mototaxista tivesse êxito na retirada do veículo de cima do caminhão”, disse o delegado.

Na tarde de terça-feira, a Polícia Militar chegou a prender um dos envolvidos na confusão. Ele foi identificado pelas iniciais A.L.A.M., de 22 anos. Além do rapaz, H.F.O.J., de 28 anos, também foi identificado pelos militares.

Ambos deveram ser ouvidos pelo titular da Deletran.

 

O caso

 

Os vídeos da confusão viralizaram na tarde dessa terça-feira.

O homem arrancou sua motocicleta a força após o veículo ser guinchado.

Segundo a Semob, essa é uma infração considerada grave, já que impede o fluxo de pedestres pelas calçadas, colocando-os em risco.

Fonte: Mídia News

 


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_094645.jpg

1min00

Além do silêncio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, cuja função de fiscalizar é tradicionallmente negociada por cargos, indicações e emendas parlamentares, o Ministério Público Estadual (MPE) não se manifestou, até o momento, sobre os pagamentos milionários do cartão corporativo do governador Mauro Mendes (DEM), cujos dados e documentos foram revelados pelo portal ‘Isso É Notícia’ e repercutidos por sites da capital e também pelo jornal O Estado de S. Paulo.

Conforme o Isso É Notícia já publicou, o MPE parece fazer vistas grossas aos demandos da administração do Poder Executivo Estadual e foca em pequenas prefeituras e câmaras municipais.

Fonte: Isso É Notícia

 


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_093446.jpg

5min00

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) e o ex-secretário de Saúde do município Huark Douglas Correia se tornaram réus por improbidade administrativa em razão do excesso de contratações temporárias na Saúde.

A decisão que os tornou réus foi proferida no último dia 8 pelo juiz Bruno D’Oliveira Marques e é decorrente de uma ação foi movida pelo Ministério Público Estadual (MPE).

O MPE apontou, entre outros pontos, uma situação de “descaso e desobediência”, visto que as contratações temporárias se arrastam há anos e nunca foram interrompidas.

Ainda conforme o MPE, os contratos temporários irregulares são sistematicamente renovados ou novos são celebrados.

Em sua decisão, o juiz Bruno D’Oliveira citou informações disponibilizadas pela própria Secretaria de Saúde dando conta que, em julho de 2018, existiam 2657 contratados temporariamente na Pasta.

Em março do ano seguinte, já tendo Huark Correia como secretário, foram formalizados mais 369 contratos desta natureza.

O magistrado destacou também uma decisão do Tribunal de Contas (TCE-MT) determinando como medida cautelar a suspensão de qualquer espécie de contratação temporária sem processo simplificado ou concurso público.

“Ao menos nesta fase inicial, verifico que as condutas dos agentes públicos, consistente no descumprimento do preceito legal que impõe a observância de concurso para o ingresso no serviço público, bem assim no descumprimento de ordem judicial, subsumem-se ao preceito primário da norma invocada pelo Parquet, devendo a análise do elemento subjetivo [dolo] ser efetuada na fase processual própria”, afirmou o juiz.

“Portanto, tendo os requeridos incorrido em prática de atos que, em princípio, subsumem-se às condutas ímprobas descritas na inicial pelo autor, estando, ainda, a petição inicial apta, a hipótese é de recebimento da ação civil pública, com a instauração do contraditório, oportunizando-se a abertura da fase probatória, momento próprio para a análise aprofundada das matérias de mérito suscitadas”, acrescentou.

Ao aceitar a denúncia, o juiz fixou prazo de 15 dias para que a procuradoria-geral do Município se manifeste sobre a ação.

 

Outro Lado

Em nota, o prefeito Emanuel Pinheiro afirmou que já atendeu a determinação do TCE e realizou um processo seletivo para a Secretaria de Saúde.

Ainda segundo ele, os profissionais contratados da SMS estão sendo substituídos gradativamente, mês a mês, por aqueles que passaram no seletivo.

“Isso, com muita precaução e responsabilidade para que não haja uma descontinuidade de serviço e para que a população não sofra nenhum prejuízo devido às substituições”, diz trecho do documento.

 

Confira nota na íntegra:

“-Esta ação diz respeito às contratações temporárias de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, antes de atender à determinação do Tribunal de Contas do Estado pela realização de um processo seletivo ou concurso público.

-Em 2019 o prefeito Emanuel Pinheiro atendeu à determinação do TCE e realizou o processo seletivo da Secretaria Municipal de Saúde – SMS, bem como de várias outras secretarias.

-Os profissionais contratados da SMS estão sendo substituídos gradativamente, mês a mês, por aqueles que passaram no seletivo, com muita precaução e responsabilidade para que não haja uma descontinuidade de serviço e para que a população não sofra nenhum prejuízo devido às substituições.

-Além das substituições de contratos, a SMS está acrescentando profissionais onde há deficiência de médicos. 

-O Município já cumpriu o que a ação determina, que é a realização do seletivo. O próximo passo é fazer o concurso público, que já está em fase de elaboração do edital.”

 

Fonte: Mídia News


Redacao16 de janeiro de 2020
20200116_092601.jpg

1min00

Foi encaminhado em estado grave ao hospital regional de Sinop, um adolescente de 14 anos, que fazia a prática do ciclismo, quando foi atingido por um raio, nas proximidades da Embrapa, na avenida Bruno Martini. O caso ocorreu na noite desta quarta-feira (15).

Segundo informações, a vítima estava na companhia de alguns amigos andando de bicicleta, quando o raio teria atingido a cabeça do jovem.

Ele foi socorrido por populares e posteriormente pelo Corpo de Bombeiros. Conforme repassado, a vítima segue entubado na UTI do hospital regional.



Sobre Nós

Texto falando um pouco sobre o portal Transparência MT. Endereço e Expediente também.


MANDE UM EMAIL

LIGUE PARA A REDAÇÃO