Jovem que retirou moto de guincho tem passagens na Polícia e não possui CNH

20200116_100135

O motociclista M.H.J., de 22 anos, flagrado arrancando sua motocicleta à força, de cima de um guincho, no Centro de Cuiabá, não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e tem passagens pela polícia.  O fato aconteceu na Rua 13 de Junho, após os agentes de trânsito guincharem a moto do condutor, que estava estacionada sobre a calçada.

A informação foi confirmada pelo delegado Christian Cabral, titular da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), para quem o motociclista prestou depoimento na manhã desta quarta-feira (15).

Conforme o delegado, o motociclista confirmou que agrediu os funcionários para retirar a moto de cima do guincho. Ele contou que usa o veículo a trabalho, sendo que atua em uma oficina de motos durante o dia e como motoboy de uma pizzaria à noite.

“Não há como se entregar o veículo para uma pessoa inabilitada. Ele não tem CNH e nunca teve. É mais uma razão para os funcionários não entregarem o veículo a ele”, disse Cabral.

Além de não possuir carteira de motorista, segundo o delegado, o jovem tem ao menos três passagens pela polícia, sendo duas por receptação e uma por uso de arma de brinquedo para fins de cometer crimes.

O delegado afirmou que já foi requisitado exame de corpo de delito nos funcionários da empresa que foram agredidos. Agora, a Polícia tenta identificar quem são as outras pessoas que também participaram da confusão.

“Vamos ouvi-los [funcionário do guincho] assim que eles retornarem do IML. E estamos tentando identificar os outros indivíduos que auxiliaram no processo [de remoção da moto], que também agrediram os funcionários do guincho e acabaram permitindo que o mototaxista tivesse êxito na retirada do veículo de cima do caminhão”, disse o delegado.

Na tarde de terça-feira, a Polícia Militar chegou a prender um dos envolvidos na confusão. Ele foi identificado pelas iniciais A.L.A.M., de 22 anos. Além do rapaz, H.F.O.J., de 28 anos, também foi identificado pelos militares.

Ambos deveram ser ouvidos pelo titular da Deletran.

 

O caso

 

Os vídeos da confusão viralizaram na tarde dessa terça-feira.

O homem arrancou sua motocicleta a força após o veículo ser guinchado.

Segundo a Semob, essa é uma infração considerada grave, já que impede o fluxo de pedestres pelas calçadas, colocando-os em risco.

Fonte: Mídia News

 

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre Nós

Texto falando um pouco sobre o portal Transparência MT. Endereço e Expediente também.


MANDE UM EMAIL

LIGUE PARA A REDAÇÃO