Bolsonaristas pedem impeachment de Gilmar Mendes e protestam contra STF

854bb11ba98ee868b7a8b2ec2c6ea3ad

Manifestantes ligados à movimentos de direita e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL), realizaram ato de protesto na tarde deste último domingo (17), em Cuiabá e Primavera do Leste. O ato foi contra o Supremo Tribunal Federal (STF), em favor de abertura de processo de impeachment contra o ministro Gilmar Mendes e em defesa a PEC nº 5 de 2019, que tramita no Senado sob relatoria da senadora Selma Arruda (Pode), e que prevê a prisão após julgamento de segunda instância.

A carreata teve concentração na Praça das Bandeiras, no Centro Político Administrativo da Capital, e seguiu pela avenida do CPA, subindo pela Getúlio Vargas, depois pela Lava Pés até virar na Miguel Sutil. O fim da manifestação ocorreu na Arena Pantanal, por volta das 18h30.

“Essa manifestação é contra o STF, que tem legislado em causa própria, e principalmente, pelo impeachment do ministro Gilmar Mendes que tem se manifestado dando sinais de uma possível absolvição do ex-presidente Lula. Além do mais, defendemos a PEC que prevê a prisão em segunda instância”, explica Rafael Yonekubo, que organizou a carreata em Cuiabá, por meio do movimento Direita Mato Grosso.

A estimativa é que mais de mil veículos participaram do ato. Por diversas vezes, durante o trajeto, foi executado o Hino Nacional em meio a buzinaço dos participantes.

A manifestação foi registrada em várias capitais brasileiras, e surgiu depois que o STF derrubou a prisão em segunda instância, que acabou beneficiando o ex-presidente Lula, que vai aguardar em liberdade os recursos serem julgados junto à Suprema Corte.

 

Fonte: RD NEWS

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *