RECURSOS FEDERAIS

Deputados se reúnem com bancada federal e conseguem emendas para saúde e segurança

A partir de uma emenda coletiva, a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis receberá R$ 20 milhões até o final deste ano
politica Claudinei e Elizeu

Ainda neste ano, a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis, que passa por uma situação financeira complicada, deverá receber R$ 20 milhões de uma emenda coletiva destinada pela bancada federal de Mato Grosso. O recurso é fruto de uma articulação dos deputados estaduais junto aos parlamentares federais. Além disso, outra área que receberá recursos federais será a da segurança pública.

“Estivemos em uma reunião com a bancada federal na última terça-feira (1º), em Brasília (DF), e ficamos muito felizes com o resultado, pois conseguimos R$ 20 milhões para a Santa Casa de Rondonópolis, sendo R$ 17 milhões do deputado federal José Medeiros (Pode) e R$ 3 milhões da  bancada federal. Esse aporte financeiro pode sair ainda este ano”, declarou Claudinei.

Em uma agenda extensa, o Delegado Claudinei esteve durante todo dia de ontem em Brasília, juntamente com os deputados estaduais Elizeu Nascimento (DC), Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD) e Ulysses Moraes (DC). Eles chegaram a se reunir com todos os parlamentares federais e discutiram emendas para saúde, segurança pública e educação.

Odílio Balbinotti, que faz parte de um grupo de empresários, representando 28 entidades que se uniram a favor da Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis, também participou da reunião, juntamente com a Tânia Balbinotti, do grupo Mulheres por Rondonópolis, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do município, Statyn Paniago Pereira, e Bianca Franco, superintendente da Santa Casa de Rondonópolis, também participaram da audiência com os parlamentares para discutir a situação da unidade hospitalar.

Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis 

Na semana passada, o deputado Delegado Claudinei, durante a realização da 11ª reunião da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa, expôs a situação crítica pela qual passa a Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis, com problemas financeiros e uma dívida de aproximadamente R$ 25 milhões. Disse ainda que o governo do estado deve à Santa Casa um valor de R$ 17 milhões, dívida esta da gestão anterior ao do governador Mauro Mendes.

Dos atendimentos prestados pela Santa Casa de Misericórdia de Rondonópolis, 80% são pelo Sistema Único de Saúde (SUS), com atendimento de urgência e emergência de média e alta complexidade. A unidade é a única maternidade de Rondonópolis, faz atendimento oncológico e tem UTI pediátrica e neonatal, além de cirurgias de altos riscos e cardíacas. Ainda na sexta-feira (27), o deputado participou de uma reunião em Rondonópolis sobre a situação do hospital.

Segurança pública

“Além disso, tivemos novidades também para a área de segurança. Eu e o deputado Elizeu estivemos representando a Comissão de Segurança Pública da ALMT e apresentamos pedidos de emendas. O secretário de Segurança esteve junto e explicou o problema e a falta de estrutura, principalmente com viaturas. E tivemos notícias boas. Um exemplo foi a senadora Selma Arruda (Pode) que irá destinar das suas emendas R$ 2,5 milhões para a Segurança Pública de Mato Grosso, sendo R$ 1,250 milhão para Polícia Militar e R$ 1,250 milhão para a Polícia Judiciária Civil”, explicou Claudinei.

Participaram da audiência o diretor- geral da PJC, delegado Mário Dermeval Aravéchia de Resende, o comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alessandro Borges Ferreira.

Da Redação
Fotos: Assessoria

Jota Jota Nascimento


Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *